Booka Shade, Dâm-Funk e Mike El Nite juntam-se ao cartaz eclético do SBSR.

No regresso do Super Bock Super Rock ao Meco para a 25.ª edição, há música para várias sensibilidades e algumas dessas propostas prometem surpreender o público presente na Herdade do Cabeço da Flauta. Booka Shade, Dâm-Funk e Mike El Nite são três bons exemplos deste cartaz, tão eclético quanto coeso.

Os Booka Shade vêm de Berlim e são uma das grandes referências da música house dos últimos anos. Nasceram do encontro entre dois talentos, em plena década de 90: Walter Merziger e Arno Kammermeier. Em 2004 editaram o primeiro disco: Memento. E o ano seguinte foi o ano da explosão de dois dos principais sucessos de grupo até ao momento. «Manderine Girl» e «Body Language» conquistaram as pistas da dança e confirmaram toda a capacidade criativa do duo alemão. Em 2006 editaram Movements, o segundo disco, e seguiram-se as atuações em todo o mundo, em alguns dos melhores festivais do planeta. Os Booka Shade também ficaram conhecidos graças às suas poderosas remisturas de temas de artistas como Depeche Mode, Moby, Hot Chip, Kings of Leon, Woodkid, Hot Since 82 e muitos outros. As influências de Walter e Arno são mesmo muito diversas e vão desde a música ambiente até ao techno, passando pelo funk. Vinte anos, cem espetáculos e dezenas de discos depois, os Booka Shade continuam a encarnar o espírito da música eletrónica mais autêntica, como prova o último disco: Cut The Strings. E essa energia vai ser sentida pelo público presente no Meco, no Palco Somersby, dia 20 de julho, na 25.ª edição do Super Bock Super Rock.


 «Body Language»

La Bohemie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *