Brass Wires Orchestra, a orquestra sem maestro.

Dizem que são a banda mais bonita do planeta, eu chamei-lhes hipster. Modéstia e piadas mainstream à parte, os Brass Wires Orchestra já actuaram em Londres e passaram pelos mais variados palcos e festivais em Portugal. O nome é complicado, mas a história não. Juntaram-se todos no Miradouro do Adamastor para tocar e cantar umas covers Read More …

For Pete Sake diretamente do Super Super Bock Super Rock.

Pedro e Concha Sacchetti são irmãos e mentores do projeto For Pete Sake. Juntaram-se em 2012, mas tornaram-se conhecidos do público por causa da música «Got Soul», escolhida para o anúncio da EDP. Nós conversamos com os vocalistas no segundo dia do festival Super Bock Super Bock, e contam-nos como começou esta viagem pelo mundo da música Read More …

Fusing, um cardápio de experiências – musicais e muito mais.

O Fusing Culture Experience está de volta à Figueira da Foz. Entre os dias 14 e 16 de Agosto decorrerá pela segunda vez aquele que promete ser o festival de Verão mais alternativo do país. Entrevistei um dos organizadores, Carlos Martins, e explico-vos porque devem reservar já o vosso lugar ao sol. Mafalda Saraiva – Durante Read More …

“Vida de Estrada”: o novo percurso dos Diabo na Cruz.

Madalda Saraiva – O Jorge Cruz é vocalista e mentor do projecto e o João Pinheiro é baterista. Jorge, começo por ti. Tu em 2008 agarraste nas referências do PREC, na música portuguesa e nas bandas anglo-saxónicas e fundaste os Diabo na Cruz. Para quem só vos começou a ouvir recentemente, como é que tudo começou? Já Read More …

Uma voz portuguesa com sotaque jamaicano: entrevista a Richie Campbell.

Ainda há quem oiça as suas músicas e pense que é um artista estrangeiro, muitos confundem-no nas redes sociais com o actor Richie Campbell, mas o nosso Richie Campbell é branco e é só o maior nome do reggae nacional. Nasceu em Caxias em 1986 com o nome Ricardo Ventura da Costa, cantou no coro do Read More …