O festival MIL já tem a programação completa.

A cidade de Lisboa volta a receber o festival e convenção dedicada à música popular alternativa e independente nos dias 4, 5 e 6 de abril. Na sua segunda edição, o MIL – Lisbon International Music Network aposta num cuidado programa artístico que envolve a cidade e conta com mais de sessenta concertos e um programa profissional com três dezenas de masterclasses, debates e conferências.

 

Enquanto plataforma de intercâmbio internacional, o festival MIL é o ponto de encontro de agentes profissionais de todo o mundo, dando a conhecer uma diversidade de artistas e projectos emergentes e alternativos, nacionais e internacionais, com especial foco na produção musical actual dos países de língua portuguesa. Desta forma, o MIL vai pôr em contacto agentes, programadores, artistas e editoras, destacando-se os encontros entre portugueses, brasileiros e espanhóis, com vista a potenciar oportunidades de colaboração entre estes mercados. Esta edição introduz, ainda, um modelo de masterclass, aula de componente teórico-prática, sobre comunicação e criação de conteúdos com  Keith Vaz, e estratégias de marketing para bandas, por Matthew Errington. Ao longo dos três dias será também possível assistir a um conjunto de apresentações, nomeadamente do Liveurope, plataforma dedicada a promoção de artistas europeus emergentes, dos festivais Festival Bananada, SIM São Paulo, Tremor, Milhões de Festa, Bons Sons, Luc Fest, da editora brasileira Mais Um Discos, das promotoras de concertos Beirut Jam Sessions, Sofar Sounds Lisbon e da International Artist Organisation, pela Suzanne Combo, co-fundadora da La GAM. Para além disso, a SACEM, sociedade francesa de autores, preparou um workshop sobre o percurso de uma obra musical após o seu registo na sociedade de autores.

Os Festival Tickets (acesso aos concertos) e os Gold Festival Tickets (acesso aos concertos + festa de abertura do MIL + oferta de totebag MIL) têm um custo de 25€ e 35€, respetivamente, e já se encontram à venda nos locais habituais. Os bilhetes PRO (acesso aos debates, à lista de participantes profissionais e entrada prioritária nos concertos) custam 60€ e podem ser adquiridos aqui. A programação artística acontece em oito clubes e salas de espetáculos espalhados pelo bairro do Cais do Sodré, como o B’Leza, Musicbox Lisboa, Sabotage, Rive Rouge, Viking, Lounge, Tokyo e Europa.

 

Alinhamento do Festival:

4 de abril  | Espectáculo de abertura – Boogarins convidam The Legendary Tigerman, Capitão Fausto e PAUS

5 de abril | Best Youth (PT) | Black Snake Moan (IT) | Boogarins (BR) | Candeleros (ES) | Captain Casablanca (DK) | Chapelier Fou (FR) | Chinaskee e os  Camponeses (PT) | Corine (FR) | Diron Animal (AO) | El Señor (PT) | Ermo (PT) | Hypersex by Moullinex (PT) | Iguana Garcia (PT) | Joon Moon (FR) | Le Motel (BE) | Maurício Takara (BR) | Mr. Gallini (PT) | MOKRI (NO) | Núria Graham (ES) | NERVE (PT) | O Gringo Sou Eu (BR/PT) | Paraguaii (PT) | Phoenician Drive (BE) | PLINT (BR/AR) | Ricardo Dias Gomes (BR) | Sampladélicos (PT) | Témé Tan (BE) | The Legendary Tigerman (PT) | The Poppers (PT) | The Zephyr Bones (ES) | Voicello (ES) | Zulu Zulu (ES)

6 de abril | Aeromoças e Tenistas Russas (BR) | Banda B.Leza (CPV) | Bruno Pernadas (PT) | Cary or not Cary (BR) | Dark Times (NO) | Elbi (FR) | Fugly (PT) | Futuro Pelo (FR) | Galo Cant’Às Duas (PT) | Gonçalo (PT) | HHY & The Macumbas (PT) | Jay Moreira (CPV) | Joana Guerra (PT) | Keep Razors Sharp (PT) | Killimanjaro (PT) | KO KO MO (FR) | LaBaq (BR) | Luís Severo (PT) | L. Teez & Aeon Seven (CAN) | Mighty Sands (PT) | MONDAY (PT) | Naïve New Beaters (FR) | Névoa (PT) | Ops (BR)  | Passo Largo (BR) | Process of Guilt (PT) | Sean Riley (PT) | Toft (NO) | Whales (PT) | When ‘Airy Met Fairy (LU/IS)

 

La Bohemie.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *