O glossário do BONS SONS.

Falta menos de um mês para começar um dos festivais mais bonitos do país. O BONS SONS decorre entre os dias 11 e 14 de agosto na aldeia de Cem Soldos, em Tomar. Ao longo de quatro dias vão atuar em seis palcos distintos cerca de 50 bandas e artistas nacionais. Ao longo de quatro dias vais poder ouvir muita música, participar em workshops, ver exposições e documentários e fazer muitas outras atividades. Mas só quem vive a Aldeia entende o que é a Aldeia. A pensar nesta experiência criámos um glossário do BONS SONS para que não percas um único momento daquela que poderá ser uma das melhores aventuras do teu verão.

 

A Aldeia: Cem Soldos é a Aldeia que faz o BONS SONS acontecer. Durante quatro dias, o BONS SONS toma conta de Cem Soldos, com palcos de música, feira de artesãos, exposições de arte e inúmeras atividades a animarem as suas ruas e largos. Cem Soldos é cercada para receber o Festival, com o seu perímetro a definir os limites do recinto.

A Aula Do Burro: Pelas mãos da AEPGA, pode-se conhecer melhor o Burro e a sua história. Gostar destes simpáticos animais passa por saber mais sobre as suas caraterísticas e os seus hábitos, a sua forma de pensar e agir. Além dos cuidados e tratamento do animal, também se vai poder aprender mais sobre os valores culturais e naturais do Planalto Mirandês. 11-14 agosto | 12h00 | Curral

Bilhetes: Passe 4 dias até agosto: 40€ / agosto (recinto): 45€ | Bilhete diário até agosto: 20€ / agosto (recinto): 22€

Bons Sons: O Bons Sons é música, é amigos, é família. O Bons Sons é uma plataforma de divulgação de música portuguesa, onde o público descobre projetos emergentes e reencontra músicos consagrados. Mais do que um festival de música portuguesa, o BONS SONS é uma experiência única. O Bons é “Viver a Aldeia, Ser a Aldeia”.

Burroteca: Um burro carregado de livros é uma burroteca, ou uma biblioteca itinerante que tem o burro como parceiro activo na divulgação da cultura, uma vez que é ele quem transporta os livros. Esta biblioteca é ainda acompanhada por um contador de histórias que através da cumplicidade criada com os seus ouvintes, os desperta para o mundo do imaginário, fazendo-os viajar pelas palavras, pelos gestos, sons e emoções. 12-14 agosto | 18h00 | Curral

Cartaz/Horários: Podes consultar o alinhamento AQUI.

Como Ir: Durante quatro dias todos os caminhos vão dar à aldeia de Cem Soldos, que está localizada a 5 Km de Tomar. Há várias formas de chegar, nomeadamente de comboio. O BONS SONS, em parceria com a CP, oferece 30% de desconto nos serviços Intercidades, Regional e InterRegional, para viagens de ida e volta com destino a Tomar ou a Paialvo. Este desconto é aplicável a viagens entre os dias 10 e 15 de Agosto de 2017, mediante a apresentação do bilhete do festival. O BONS SONS proporciona um serviço de transfer, de hora a hora, que liga o recinto às estações de comboio e autocarros no centro de Tomar e à estação de Paialvo. Se, ainda assim, o automóvel for a opção escolhida, o melhor acesso é pela Estrada Nacional 349-3 que liga Torres Novas a Tomar, e depois seguir em direção a Cem Soldos (Madalena). Existem 20 parques de estacionamento a circundar o recinto, para grande comodidade dos visitantes.

Crianças: As manhãs do BONS SONS são dedicadas aos mais novos e às suas famílias, com programação específica, organizada pela Canto Firme de Tomar. Disponível em duas sessões, uma às 10h00 e outra às 11h00, o Armazém recebe as crianças até aos 6 anos acompanhadas dos pais para darem os primeiros passos na procura de bons sons. 11-14 agosto | 10h00 e 11h00 | Armazém

Espaço Criança: Jogos, brincadeiras, histórias, teatro, ginástica, tapete sensorial e muito mais! Este espaço é dedicado exclusivamente às crianças, para atividades que têm como objetivo motivá-las para diferentes tipos de aprendizagem, promovendo a interação entre as várias crianças que participam na atividade e estimulando o seu desenvolvimento pessoal e social. O espaço dispõe ainda de uma zona de fraldário, de aluguer de auriculares infantis e de serviço de babysitting. 12-14 agosto | 16h00-24h00

Feira de MarroquinariasComplementando o programa, as ruas de Cem Soldos são animadas pelo trabalho de artesãos e alfarrabistas nacionais. Objetos tradicionais e contemporâneos convivem lado a lado e constituem, só por si, mais uma razão para viver a Aldeia.

Futuras Mamãs: Dinamizada pela Canto Firme Tomar, haverá uma sessão dedicada a grávidas para estimular, com sons e música, o desenvolvimento do bebé. A sonoridade da música pode ser um dos primeiros contatos com a linguagem e os bebés percebem a mudança de ritmo, tom e velocidade do que é cantado ou transmitido. 12 agosto| 12h00 | Armazém

Jogos do Helder: Feitos de materiais tão simples como madeira ou corda, os Jogos do Helder usam apenas a energia mais acessível do mundo: a humana. Os jogos, muitos de inspiração medieval, são construídos pelo próprio Helder, e famosos por terem a notável capacidade de divertir pessoas de todas as idades. 11-14 agosto | 11h00-20h00 | Largo do Rossio

Merchandising: Os artigos do BONS SONS, que vão da icónica caneca à simpática Tixa, nas formas de t-shirt, pregadeira, gancho ou porta-chaves, são uma forma bonita e importante de levar a todo o lado o espírito do festival. A manufatura das tixas une diferentes gerações, proporcionando espaços de discussão, criação e transmissão de conhecimentos, e as receitas obtidas revertem para o SCOCS, ajudando a concretizar vários projectos sociais, culturais e desportivos em Cem Soldos.

Mobilidade Reduzida: No BONS SONS a acessibilidade é pensada pelas pessoas que também usufruem dela. Os palcos Eira, Lopes-Graca e Aguardela estão dotados de plataformas elevadas individuais que permitem aos visitantes em cadeira de rodas poderem desfrutar dos concertos à altura do restante público, no meio da acção e ao lado dos seus amigos em pé. No palco Giacometti, há uma zona de visibilidade privilegiada para assistir à sombra aos concertos calmos da tarde. O estacionamento tem, igualmente, uma localização privilegiada, junto à entrada da Escola, para veículos com dístico próprio, e o festival oferece ainda o bilhete de entrada ao acompanhante. Pelas necessidades específicas, existem casas de banho adaptadas em exclusivo para visitantes de mobilidade reduzida.

O Que Fazer: A região oferece várias possibilidades de actividades para um dia bem passado. Existem várias praias fluviais que refrescam os ânimos a toda a gente, mesmo aos que não se deixam impressionar pelo calor. É só escolher e dar uma escapadela do recinto para se conhecer a paisagem circundante. Desde o Agroal, na nascente do Nabão, às praias do rio Zêzere, a escolha é diversa. As praias de Alverangel (São Pedro) e Montes (Olalhas) são consideradas as melhores.

Oficina Orquestra Tradicional: Ao início da tarde, juntam-se os mais novos para fazerem parte da orquestra de instrumentos tradicionais. É uma oportunidade para experimentar um instrumento diferente e para sentir novas dimensões da música, com uma amplitude orquestral. O ensaio será guiado por Pedro Sousa, da Canto Firme de Tomar. 11-14 agosto | 14h00 | Armazém

Oficina Vem Tocar Baterias: Esta oficina pretende desenvolver a criatividade musical dos participantes e construir instrumentos de percussão com materiais recicláveis, sendo estes divididos por três categorias – graves (bombos ou tambores), médios (caixas ou blocos) e agudos (shakers ou maracas) – o “esqueleto” de uma bateria. A sessão é conduzida por Nuno Sarafa, baterista e percussionista. 11 e 13 agosto | 16h00 | Armazém

Onde Ficar: Existem muitas opções de alojamento consoante os gostos e as carteiras. A organização do Festival providencia um amplo e fresco terreno para campismo, cheio de árvores e com serviços de apoio, como WCs, chuveiros e restauração, com acesso gratuito para os portadores do passe de 4 dias. Para quem não tem tenda e não quer perder tempo em montagens e desmontagens, mas quer beneficiar da proximidade com a natureza, pode recorrer às soluções da Sleep’em’all. Esta alternativa atual e divertida providencia tendas já montadas no recinto, disponíveis em várias dimensões, com muita cor e energia positiva. A região de Tomar está dotada de várias tipologias de unidades hoteleiras e de turismo rural prontas a acolher os visitantes do BONS SONS. Hotéis, pensões, quintas, casas de dormidas, estalagens, hospedarias, residenciais e parques de campismo – existem oportunidades de alojamento para todos os gostos e orçamentos.

Palco Garagem: Aqui as músicas são para todos e o Palco Garagem é de quem o apanhar. Este palco é uma oportunidade única para projetos originais se estrearem, testarem a receptividade do público e de agentes mas, sobretudo, para celebrar a música, num ambiente festivo e descontraído. Mediante inscrição diária, qualquer pessoa ou agrupamento pode mostrar o seu talento. O Festival disponibiliza gratuitamente o palco, as condições técnicas e a possibilidade de tocar para um número considerável de pessoas. As inscrições são feitas no local. Os concertos começam à hora certa e têm uma duração máxima de 30 minutos. O Palco Garagem funciona das 14h00 às 22h00.

Passeio Com Burros: A Associação para o Estudo e Proteção do Gado Asinino (AEPGA), propõe a realização de passeios com os burros à descoberta da natureza local, circundante a Cem Soldos. Mais do que um meio de transporte, o burro é um companheiro de viagem e, a passo moderado, é com grande facilidade que se estabelece uma relação de amizade. 11-14 agosto | 10h00 | Curral

Posto de Informação: O posto de informação é um espaço amplo e fresco que, para além de fornecer todas as informações que os visitantes possam necessitar, assegura gratuitamente o acesso à internet e o carregamento de baterias de telemóvel.

Restauração: No recinto do Festival é possível encontrar vários pontos de restauração. O seu conjunto assegura uma oferta ampla e diversificada. O visitante poderá encontrar comida regional, refeições ligeiras, opções vegetarianas, produtos biológicos, tascas tradicionais, bares variados e petiscos para comer sentado ou a caminho dos palcos.

 

Vem Viver A Aldeia!

 

La Bohemie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *