Swans despedem-se de Portugal. E do mundo.

Depois de um dos concertos mais intensos do NOS Primavera Sound, os Swans – banda que esteve adormecida durante treze anos – anuncia o segundo adeus. E o último. Antes disso, tem duas datas em Portugal, a 8 de outubro actuam no Hard Club, no Porto, e dia 9 estarão em Lisboa, no espaço Lisboa ao Vivo. Ver Michael Gira e seus companheiros em palco é uma experiência transcendental, não só pela sua gigante presença em palco mas também pela forma peculiar como abordam a música fazendo-nos sentir uma verdadeira e densa “wall of sound”. Sendo estes uma das bandas mais influentes no panorama da música experimental, tem um percurso diversificado e evolutivo ao longo dos seus registos, chegando agora ao rock hipnótico. Músicas densas e longas, algumas chegam a durar vários minutos, coisas que não estaríamos habituados se não estivéssemos a falar dos Swans. Agora oferecem uma última oportunidade aos ouvidos dos fãs desta onda e perspectiva de fazer música, de forma a aproveitarem esta viagem uma última vez. A primeira parte está a cargo da artista norte americana Babby Dee.

 

La Bohemie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *